sábado, 27 de junho de 2015

Global MIL Week 2015, contou com represetante da ABPEducom

Realiza-se, entre 22 e 28 de junho de 2015, na in Philadelphia, USA, a quarta Conferência Mundial sobre o tema da “Media and Information Literacy” (MIL). O seminário reuniu também os representantes das Cátedras Unesco de Educação Midiática, que congregam o UNAOC International University Network on Media and Information Literacy and Intercultural Dialogue (MILID), além dos membros da Global Alliance for Partnerships on Media and Information Literacy (GAPMIL)

O encontro ocorreu no espaço da Associação Norte-americana de Media Literacy, no campus Temple University. O tema central da conferência foi “Celebrating Connectivity Across Cultures”.

O Brasil foi representado por Alexandre Sayad, da ABPEducom, e Esther Hambuguer, coordenadora da cátedra Unesco de Media Education junto à USP.

Os promotores deste conjunto de eventos planejam promover a 5º Conferência Mundial no Brasil, em 2016.

Vejam os detalhes do encontro em <http://www.unesco.org/new/en/communication-and-information/media-development/media-literacy/global-alliance-for-partnerships-on-media-and-information-literacy/global-mil-week/ >

Articulação mundial com conotação educomunicativa colocou o tema do clima na agenda do G7

Muitos disseram que era um sonho impossível, mas alguns dos maiores líderes mundiais acabaram de se comprometer na Cúpula do G7 a tirar os combustíveis fósseis da economia global para sempre! Até mesmo a imprensa, normalmente incrédula, está divulgando esse acordo. A vitória dos defensores da redução do combustível fóssil começou a ser obtida na cúpula de Paris, em dezembro de 2014, momento em que os líderes das sete economias mais fortes do planeta se uniram em torno de uma mesma meta: um mundo sem combustíveis fósseis.

Na raiz desta mobilização encontramos uma organização não governamental: AVAAZ. Nos últimos dois anos, a organização promoveu mobilizações públicas em todo o mundo com esse objetivo. 

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Edgard Morin e Leonardo Boff analisam Encíclica de Francisco sobre o meio ambiente

O lançamento da nova encíclica do Para Francisco sobre o meio ambiente, intitulada “Laudato Si - sobre o cuidado da casa comum”, vem despertando comentários em fóruns internacionais, e despertando o interesse de intelectuais. O Instituto Humanitas (IHU), da UNISINOS, foi o primeiro centro universitário a se manifestar, através da divulgação de duas entrevistas, uma c om o sociólogo Edgard Morín e outra com o teólogo e escritor Leonardo Boff.

Para o filósofo, o texto de Francisco trabalha com o conceito de “ecologia integral”, fato que confronta o documento com o discurso antropocêntrico de ambientalismo, dominante nos meios de comunicação social, bem como nos discursos oficiais dos governos e das instituições internacionais como a ONU.

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Mesa redonda: educação integral e políticas públicas são potencializadas pela Educomunicação

Foto: Luiz Altieri Soares
Mesa redonda discute a Educomunicação na educação integral
 Foto: Luiz Altieri Soares
O último dia do evento teve início com a realização dos debates da mesa Educomunicação, educação integral e políticas públicas. A partir do eixo das políticas públicas educacionais, foram abordadas tanto as dimensões epistemológicas, metodológicas e práticas de projetos quanto as realizações que têm como base fundamentos da Educomunicação. 

Participaram da mesa a Profa. Dra. Jacqueline Moll - Universidade Federal do Rio Grande do Sul -, a Profa. Dra. Lúcia Helena Alvarez Leite - Universidade Federal de Minas Gerais -, a Profa. Leila Maria Schaan - Diretora do Departamento Pedagógico da Secretaria da Educação do Rio Grande do Sul - e a jornalista Juliana Cristina Cordeiro da rede RENAJOC do Paraná. A mediação do debate coube à Profa. Dra. Rosane Rosa, da Universidade Federal de Santa Maria.

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Avaliações sobre o VI Encontro Brasileiro de Educomunicação e III Educomsul

Reproduzimos, na íntegra, os comentários que chegaram até a data de 17 de junho, à secretaria da ABPEducom, enviadas por participantes do VI Encontro Brasileiro de Educomunicação e III Educomsul ocorrido em Porto Alegre, RS, entre 10 e 12 de junho.

A 7ª CRE de Passo Fundo agradece a oportunidade de participar desse importante Evento que muito nos acrescentou, pessoalmente e profissionalmente. Parabéns a todos pela organização, metodologia com abordagens tão relevantes no momento educacional que vivemos. A Educação Brasileira atual necessita de transformações profundas para com nossas realidades tão diversas. Precisamos de estudos e de práticas para que consigamos aos poucos reverter um quadro preocupante e VI Encontro Brasileiro de Educomunicação e III Educomsul vem com novos olhares para contribuir e abrir caminhos para mudanças. Acreditamos que a Educomunicação se faz com a aliança e o diálogo entre os diferentes segmentos da educação e da comunicação, proporcionando o protagonismo na construção do conhecimento. Desejamos um excelente trabalho e nos colocamos à disposição. Abraços, os professores e coordenadores da 7ª CRE de Passo Fundo, RS.

terça-feira, 16 de junho de 2015

Negritude, lesbofobia e pan-africanismo marcam a mesa redonda sobre gênero, raça e etnia



Foto: Luiz Altieri Soares
Mesa discute negritude, pan-africanismo e lesbianismo
Foto: Luiz Altieri Soares
As atividades do segundo dia do VI Encontro Brasileiro de Educomunicação e III Educom Sul foram abertas pela manhã com a mesa redonda intitulada: "Educomunicação, gênero, raça/etnia" com a presença dos professores Profª Drª Cláudia Regina Lahni (UFJF/MG), Prof. Dr. Fernando Jorge Pina Tavares (UNILAB), Profª Drª Sátira Machado (SEDUC/EDUCOMAFRO) e Profª Drª Maria da Graça Gomes Paiva (SME/Porto Alegre).

O tema, cada vez mais presente em debates sobre políticas públicas afirmativas e em ações de natureza educomunicativa, foi abordado de forma sensível e com muita propriedade pelos quatro integrantes da mesa que, sob a mediação da Profª Drª Leonice Oliveira, provocaram importantes reflexões sobre o direito de expressão das diversidades.

segunda-feira, 15 de junho de 2015

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Direito à comunicação, espaço de exposição do negro na televisão e ausência indígena nos livros didáticos são assuntos discutidos na mesa redonda sobre diversidade e educomunicação

Foto: Luiz Altieri Soares
Mesa redonda discute relações raciais e direitos humanos
Crédito: Luiz Altieri Soares
Com a hashtag ‪#‎6educom3sul‬, os participantes do VI Encontro Brasileiro de Educomunicação e III Educom Sul reverberam pelas redes sociais as principais discussões do evento que se iniciou hoje e vai até o dia 12 de junho. Além de compartilhamento pelo Facebook e Twitter, o Portal EBC está dando destaque ao evento que tem por tema "Diversidade e Educomunicação: tecendo saberes e integrando práticas" - nome também da primeira mesa redonda que trouxe discussões sobre o negro, indígena e direito à comunicação.

Negro. Índio, Brasil e África. Foram os principais destaque dessa mesa que discutiu a diversidade a partir da produção audiovisual, dos diálogos em torno da identidade indígena e das experiências educomunicativas dos jovens brasileiros que atuam com a revista Viração e africanos em Guiné-Bissau.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...