sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Observatório sobre telenovela comemora 10 anos de pesquisas

Crédito: Bol Fotos - http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/entretenimento/2012/10/04/tarcisio-meira---relembre-a-trajetoria-do-veterano-da-tv-brasileira.htm
O casal Tarcísio Meira e Glórias Meneses que
contracenaram em diversas novelas. Crédito: Bol Fotos
No dia 25 de fevereiro de 2015, OBITEL celebrou seus 10 anos de existência. O Observatório Ibero-Americano da Ficção Televisiva nasceu na Universidade Javeriana, em Bogotá, como uma rede de pesquisa da ficção televisiva ibero-americana, com a proposta de fazer um estudo sistemático da produção, transmissão e recepção de ficção televisiva, aos níveis nacional, regional e internacional.

De acordo com a Profa Dra. Maria Immacolta Vassalo Lopes, coordenadora do projeto, “o OBITEL tem como objetivo fomentar propostas de pesquisa institucionais em universidades e centros educativos e de cultura, bem como em ONGs, através de um Anuário da ficção televisiva”. A partir dos resultados alcançados, o Observatório se propõe influenciar políticas públicas para a televisão, incluindo a publicação continuada de 8 Anuários, destinados ao conhecimento da academia, bem como dos setores envolvidos com a indústria cultural em cada país, incluindo os organismos que trabalham com tendências de consumo midiático.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Informativo ABPEducom 6: VI Encontro Brasileiro de Educomunicação e III EducomSul

A profissão em Educomunicação no Guia do Estudante

Crédito: Guia do EstudanteO Guia do Estudante da Editora Abril apresenta a profissão em Educomunicação enfatizando que a mesma trabalha com "a utilização dos meios de comunicação para gerar conteúdo de informação e educação". Apresenta os cursos de Licenciatura em Educomunicação da Universidade de São Paulo (ECA-USP) e o Bacharelado em Comunicação Social/Educomunicação da Universidade Federal de Campina Grande-PB (UFCG), ambos com duração de quatro anos. Assim, o profissional pode atuar em consultoria, no ensino e na pesquisa.

Em relação ao mercado de trabalho, destaca a abertura da politica nacional de conteúdos digitais para as escolas pelo Ministério da Educação para o licenciado, as oportunidades nos setores privado, público e terceiro setor para o bacharelado que podem atuar desde a comunicação organizacional às canais midiáticos.

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

VI Encontro Brasileiro de Educomunicação e III EducomSul acontecem em junho

Estamos nos preparando para o VI Encontro Brasileiro de Educomunicação que se aproxima. Será de 10 a 12 de junho de 2015, nas dependências da PUC de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

E ainda desfrutamos do que ocorreu no V Encontro, realizado de 19 a 21 de setembro de 2013 nas dependências da FAPCOM, na cidade de São Paulo. Assim foi com o blog e os anais do V Encontro.

Agora é o caso dos dois vídeos publicados no canal ABPEducom do Youtube - http://www.youtube.com/user/abpeducom - que trazem uma edição primorosa com abertura e um clipe das Mesas-Redondas do evento.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Rumo ao VI Educom: flashes das mesas redondas do V Educom

"Só sei que foi assim!" As discussões sobre comunicação e educação no V Encontro Brasileiro de Educomunicação abordaram a educação midiática no currículo escolar, o protagonismo juvenil, dentre outros. E em 2015 vai acontecer o VI Encontro e III EducomSul, em Porto Alegre-RS, de 10 a 12 de junho - "Só sei que vai ser melhor!!!"

"Não existe nenhuma mágica educomunicativa. O professor tem de entrar na sala de aula como um sujeito integral e midiático - porque ele é - sem vergonha de ser. Ele precisa entender que a mídia vai ser educativa na aula dele se ele construir essa condição a partir da sua leitura especializada (na sua disciplina) daquele conteúdo", enfatizou a pesquisadora Marília Franco.

Para saber o que aconteceu nas mesas redondas do V Encontro assista ao vídeo com uma pequena fala de representantes da Unesco, do Ministério da Educação (MEC), da Secretaria de Educação de São Paulo (SME-SP), do Canal Futura, da Revista pontocom e de pesquisadores do Núcleo de Comunicação e Educação (NCE-USP) e da ABPEducom.

É possível também visualizar os principais momentos do V Encontro no vídeo que contou com a participação de palestrantes, pesquisadores e profissionais que atuam na Educomunicação, além de adolescentes e jovens que fizeram a cobertura educomunicativa.


Abertura do V Encontro Brasileiro de Educomunicação


Alguns flashes sobre as mesas-redondas do V Encontro Brasileiro de Educomunicação

Canal ABPEducom no Youtube
Este canal é da Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação (ABPEducom) e tem como objetivo divulgar e compartilhar as produções e realizações dos educomunicadores. Nesse canal, é possível visualizar todos os vídeos que a ABPEducom disponibiliza.


Tudo sobre o V Encontro
Blog do V Encontro Brasileiro de Educomunicação
Documentário sobre o V Encontro está disponível no site da Fundhas
ABPeducom realiza Assembleia Geral durante V Encontro de Educomunicação
Fernando José Almeida: a aula é o momento mágico do professor
Novela infantil do canal Gloob pretende trabalhar valores
V Encontro: práticas em comunicação em rede
Ismar dá sua opinião sobre o V Educom
Adolescentes da FUNDHAS produzem álbum com 77 fotos sobre o V Encontro
Participantes do V Encontro se manifestam
Números do V Encontro: 563 envolvidos e 20 mil visitações no blog
"Educomunicação Midiática: Fundamentos e Processos" é um dos temas do V Encontro Brasileiro de Educom
V Encontro Brasileiro de Educomunicação terá transmissão via IPTV/USP
Conheça a linha histórica dos Encontros de Educomunicação

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

CIEP do Rio vai à Sapucai homenagear 16 mulheres que fizeram a diferença!

O jornalista Marcus Tadeu, do portal revista pontocom destaca a relação educomunicativa entre samba e sala de aula. Veja o texto de sua crônica:
Parte dos 750 mil alunos da Prefeitura do Rio de Janeiro, uma das maiores redes de ensino municipais da América Latina, sabe que a dobradinha samba e sala de aula rende sempre um bom enredo. É o que acontece, pelo menos, há 30 anos. Fundada em 1985 a pedido do então educador e antropólogo Darcy Ribeiro, a Escola de Samba Mirim Grêmio Recreativo Corações Unidos do CIEP reúne, deste então, todos os anos, estudantes da rede das escolas.

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Educomunicação a serviço da mobilização organizacional nas regiões de exploração de petróleo

O professor Ismar de Oliveira Soares, Presidente da ABPEducom, esteve em Aracaju-SE, no dia 4 de fevereiro, atendendo convite para uma oficina sobre educomunicação, dialogando com um público de 30 educadores ambientais vinculados à UFS, à Petrobrás e ao projeto de Educação Ambiental em Comunidades Costeiras (PEAC). 

Os agentes presentes ao evento atuam nas regiões costeiras de Sergipe, assim como na bacia de Campos, no Rio de Janeiro, em áreas afetadas por projetos de extração de petróleo. As atividades do PEAC respondem por duas demandas básicas: a “compensação”, quando a atividade extrativista promove danos à comunidade; a “mitigação”, quando projetos de fortalecimento político e organizacional das comunidades se fazem necessários.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...