sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Faleceu Juan Díaz Bordenave, um dos fundadores do pensamento educomunicativo


O comunicólogo e intelectual paraguaio Juan Díaz Bordenave faleceu na madrugada de 22 de novembro, na cidade do Rio de Janeiro, onde estabeleceu residência há algumas décadas. Bordenave pode ser considerado um dos predecessores do pensamento educomunicativo latino-americano.


Bordenave nasceu na cidade de Encarnación, Paraguay, tendo estudado Agronomia, na Argentina, ampliando seus estudos nos Estados Unidos, onde cursou um master em Jornalismo Agrícola, na Universidade de Wisconsin (1955). Tinha doutorado em Comunicação pela Michigan State University (1966). Trabalhou como especialista em comunicação agrícola para o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (1956-80).

Em 2002 retornou ao Paraguai, onde foi nomeado reitor da Universidad Teko Arandú. Integrou a Comissão da Verdade e Justiça que investigou os crimes da ditadura de Stroessner (1954-1989). Foi Consultor Internacional em Comunicação e Educação, sendo considerado pelo Prof. Ismar de Oliveira Soares, da USP, um dos predecessores do pensamento educomunicacional latino-americano, ao lado de Mario Kaplún e Paulo Freire.

É autor de uma dezena de livros, entre os quais se destacam: “Estrategias de enseñanza-aprendizaje”, “Comunicación y sociedad”, “Participación y sociedad”, “Planificación y comunicación”, “Qué es la comunicación rural”, “Além dos meios e mensagens”, “Educación a distancia: fundamentos y métodos”, “Educación rural en el tercer mundo” e “Communication and rural development”.

Mais informações no site <http://www.ultimahora.com/notas/579369-Fallecio-Juan-Diaz-Bordenave>

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...