domingo, 27 de outubro de 2013

Presidente da ABPEducom apresenta a Educomunicação a pesquisadores, na Cidade do México

Prof. Ismar Soares, Presidente da APBEducom, e Gladys Ortiz, da Universidad Autónoma Metropolitana, no México, depois de palestra sobre educomunicação como política pública,
na Unidad Lerma (UAM-L)


Entre 23 e 25 de outubro, o Prof. Ismar Soares, Presidente da ABPEducom, esteve na cidade do México, atendendo convite do Grupo de Estudios en Comunicación Educativa (GECE) da Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM), Universidad Autónoma Metropoloitana, Unidad Lerma (UAM-L), Universidade Pedagógica Nacional (UPN) y Universidad Veracruzana (UV). Coordenaram as atividades, as professoras doutoras Delia Crovi, Gladys Ortiz, Marilu Garay, Rocio Gonzales, com a secretaria de Daniel Hernández Gutierrez. 

Trata-se de um grupo com representabilidade na América Latina, levando em com que a Profa. Dra. Delia Crovi, da UNAM, foi por 17 anos a líder o GT de Comunicação e Educação na ALAIC. Estes docentes mexicanos decidiram criar o grupo de estudos, há dois anos, para manter um espaço de discussão interna sobre o tema da Comunicação & Educação, levando em conta o desinteresse do sistema universitário em levar esta área em conta nos programas de pesquisa e pós-graduação. Tal diagnóstico é confirmado por outra celebridade mexicana, o Prof. Guilhermo Orozco, de Guadalajara, para quem ainda é pequeno, em seu país, o número de interessados no campo. 


Pesquisadores que participaram do debate no dia 23 de outubro.
O evento  contou com a coordenação do Grupo de Estudios en Comunicación Educativa (GECE), presidido pela Profa Delia Crovi, à esquerda do Prof. Ismar (Foto de Consuelo Lemus)



Temas das palestras

Esta é a primeira vez que o tema da educomunicação é debatido pelo grupo de pesquisadores da cidade  do México. Por sua vez, o  Prof. Ismar foi o único palestrante convidado para o evento, tendo ministrado conferências nos dias 23 e 24 e comentado a apresentação de pesquisas na área da comunicação educativa, no dia 25.

Foram os temas das palestras do Prof. Ismar: No dia 23 – Palestra: "Educomunicación: de las cuestiones episteomológicas al mercado laborar" (uma hora e meia de palestra exclusivamente para pesquisadores, seguindo-se de quatro horas de perguntas e debates; No dia 24 – Palestra: "La Educomunicación como política pública en Brasil: movilización, soportes legales y programas de formación" (uma hora e meia de palestra para um público não iniciado na área da comunicação e educação, mas interessada em estudos de políticas públicas, seguindo-se de duas horas de perguntas e debates).

Já no terceiro dia, grupos de pesquisadores, orientandos das coordenadoras do GECE, apresentaram quatro pesquisas em andamento, todas relacionadas com a presença das TIC em espaços educativos e seus impactos na sobre a juventude ou nas ações educativas: 1ª. "Jóvenes y cultura digital. Nuevos escenarios de interacción social" (apresentação: Rocio Gonzales y Gladys Ortiz); 2ª. "Representaciones sociales, imagines y metáforas en el uso de las TIC: um ejercicio de argumentación" (Caridad Hernández, Margarita Espinosa y Eduardo Peñalosa; 3ª. "Interés, habilidades y dificultades de estudiantes en entorno virtuales de aprendizaje" (Cesário Morales) e 4ª. "Educación, Comunicación y TIC: su integración en La UAM-Lerna" (Daniel Gutierez.

Metodologia do seminário 

Para cada dia do seminário, foi escolhido um espaço diferente e o trabalho igualmente foi destinado para públicos específicos. A primeira palestra, ocorrida nas dependências da Universidad Autonoma Metropolitana, foi dirigida unicamente a alunos de mestrado e doutorado. Já a segunda, fora da cidade do México, em Lerma de Villada, contou como público com um grupo de estudantes de graduação na área de políticas públicas. Já o terceiro encontro, dirigido a pesquisadores, ocorreu num espaço do UNAM, a mais reconhecida das universidades do país. 

A expectativa que se criou com o seminário permitiu aos organizadores afirmar que, a partir do momento, o conceito da educomunicação já não é um termo desconhecido no México, tendo-se notícia de que práticas educomunicativas sempre existiram no pais, sem que tivessem sido registradas, documentadas e sistematizadas.



Galeria de fotos - outros momentos do encontro.





LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...