segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Instituição membro da ABPEducom leva “cobertura educomunicativa” para evento da ONU


Um grupo de 40 jovens, entre os quais doze brasileiros, estarão participando e promovendo a cobertura educomunicativa da 19° Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP19), programada para ocorrer em Varsóvia, Polônia, entre 11 a 22 de novembro de 2013. Os demais jovens são provenientes da Argentina, Colômbia e Itália. A cobertura se dará por meio da produção e divulgação de textos, fotos, vídeos e áudios. 

A liderança da cobertura colaborativa caberá à Agência Jovem de Notícias do Brasil, projeto encabeçado pela ONG Viração Educomunicação, membro da ABPEducom, e também levar propostas da juventude para serem contempladas pelos negociadores brasileiros durante a Conferência. As propostas abordam questões como desmatamento, matriz energética, impactos dos megaeventos e vulnerabilidade de comunidades tradicionais e povos indígenas.

A delegação jovem do Brasil na COP19 também terá o objetivo de incidir na YOUNGO, que é o grupo oficial de jovens dentro da Convenção Quadro de Mudanças Climáticas da ONU, que tradicionalmente não tem representação forte dos países da América Latina e África. "A YOUNGO é o melhor caminho para manifestar as posições da juventude dentro das negociações, mas como os jovens dos países desenvolvidos sempre se organizam como delegações, acaba que a juventude fica toda a COP só defendendo assuntos como carvão e energia nuclear, que são distantes da nossa realidade", explica Evelyn Araripe, educomunicadora da Viracão Educomunicação e uma das integrantes da delegação jovem do Brasil. Raquel Rosenberg, diretora geral do Engajamundo, também destaca que as propostas da juventude brasileira para esta COP, na Polônia, foram construídas em um processo de capacitações que aconteceram em todo o Brasil. "Não vamos levar nossos pontos de vista pessoais, mas de muitos jovens do Brasil que não estarão com a gente na Polônia", diz.

Busca-se um um acordo global de redução de emissões

Este ano a COP19 será marcada por negociações na área de financiamento, redução das emissões por parte dos países desenvolvidos e também dos em desenvolvimento, como o Brasil, e políticas de créditos de carbono. Além disso, os 193 países integrantes das Nações Unidas negociam um acordo global de redução de emissões que evite que a temperatura do planeta suba mais do que 2 graus celsius nas próximas décadas. O acordo em questão passará a valer a partir de 2020. Para os negociadores do Brasil, será difícil obter grandes avanços sem deixar claro a questão do financiamento para a transição dos países a uma economia de Baixo Carbono. Desde 2007, os países membros da ONU discutem um Fundo Verde Climático onde os países desenvolvidos, historicamente responsáveis pelas emissões causadoras das Mudanças Climáticas, investiram 60 bilhões de dólares para que os países em desenvolvimento crescessem de maneira mais limpa e de baixo impacto ao planeta. Hoje as negociações já debatem um montante de 100 bilhões de dólares para esse fundo, mas efetivamente nenhum centavo foi investido até o momento.

Além das delegações oficiais, a COP também conta com a participação de representantes de movimentos sociais e organizações não governamentais – ONGs que assumem o papel de pressionarem as tomadas de decisões e garantir que os tratados contemplem as expectativas das pessoas. A Conferência também contará com uma série de eventos paralelos de apresentação de relatórios e pesquisas e de discussão dos mais variados temas que envolvem as Mudanças Climáticas, como agricultura, mobilidade, cidades sustentáveis entre outros. O Brasil organiza para o dia 20 de novembro um evento paralelo com a presença da Ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, que vai mostrar os números do país na redução do desmatamento.


Parceiros da Viração

A delegação jovem do Brasil na COP19 é uma iniciativa da Viração Educomunicação e Engajamundo e conta com as parcerias: Associazione Jangada, Club Botânico Ambiental, Coletivo Clímax Brasil, GCCA – Adopt a Negotiator, Fundación TierraVida, Fundação Friedrich Ebert Stiftung, Fundação Luterana de Diaconia, Osservatorio SOStenibile, Plant for the Planet, Província Autônoma de Trento, Rede Mas Vos, Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Comunicadoras e Comunicadores - Renajoc, Universidade de Trento, Vitae Civilis e YOUNGO. Antes mesmo da COP começar, os jovens já terão uma integração durante a COY9, Conferência da Juventude preparatória para a COP19, organizada pela YOUNGO de 7 a 10 de novembro. Nesse encontro os representantes da Agência Jovem de Notícias vão se unir a outros jovens comunicadores de todo o mundo para juntos planejarem uma cobertura colaborativa e integrada.

Para acompanhar a cobertura jovem da COP19 acesse: www.agenciajovem.org e www.redmasvos.org. Os conteúdos serão produzidos em português, espanhol e italiano.

Contato:
Paulo Lima – Viração Educomunicação – paulo@viracao.org
Tel.: 0055 11 3237-4091

Raquel Rosenberg - Engajamundo - raquel@engajamundo.org


Tel.: 0055 11 97612 0917

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...