sábado, 16 de novembro de 2013

Pela segunda vez, em 2013, educomunicação é incluída na agenda do MEC




Entre 11 e 13 de novembro de 2013, o Programa Mais Educação, do MEC, inclui a Educomunicação nos debates sobre a implementação das práticas destinadas a induzir a educação integral no Brasil. O tema foi explicitado em palestra realizada na manhã do dia 12, num painel compartilhado pelo Prof. Ismar de Oliveira Soares e quatro jovens provenientes de diferentes estados do país. A primeira inclusão do tema em debates oficiais do MEC ocorreu em agosto de 2013. 


No caso do encontro de novembro, representava a primeira vez em que jovens falavam em público, descrevendo uma experiência de uso de mídia para desenhar coletivamente a forma de expressar seus sentimentos e desejos, informando como estava sendo sua estadia na capital federal, além de emitir juízos de valor sobre os conteúdos das palestras.


Coube, inicialmente, aos adolescentes narrar a experiência que haviam vivido desde o dia 10, domingo, quando chegaram a Brasília para integrar a equipe que representaria os 3 milhões de jovens retidos no ensino fundamental, num diálogo com os expositores e os educadores presentes no evento.


Foi nesse sentido que a apresentação sobre o conceito da educomunicação teve como início a exibição de um vídeo por eles produzido, entre o dia 10 e 11 de novembro, documentando os primeiros debates sobre educação integral no evento. Logo após a fala do Prof. Ismar, os adolescentes foram convidados a emitir suas opiniões, manifestando o desejo de que pudessem contar com o mesmo apoio para produzir suas mensagens, com liberdade e eficácia, em suas escolas. A coordenação do trabalho de cobertura educomunicativa que animou os jovens ficou a cargo de uma equipe da Revista Viração, liderada por Vânia Araujo Correia.

  
O primeiro debate ocorreu em agosto de 2013 

Entre os dias 5 e 7 de agosto, o MEC já havia promovidp, em Brasília, uma reunião técnica com os coordenadores estaduais e municipais do Programa Mais Educação, destinado a induzir a educação integral e em tempo integral no Brasil. O mesmo Prof. Ismar esteve

presente ao evento como convidado especial, apresentando aos participantes uma palestra sobre a contribuição da educomunicação para a melhoria da educação no Brasil.

 
Objetivos do Mais Educação 

Coordenado pela Profa. Jaqueline Moll, diretora da área de currículos do MEC, o Programa Mais Educação chega a mais de 6 mil escolas, nos 27 estados da Federação. Seu objetivo é oferecer apoio às escolas públicas para ampliar a jornada escolar através de atividades interdisciplinares, incluindo a comunicação e o uso de mídias. 


Uma pesquisa sobre a presença da educomunicação nesse processo acaba de ser objeto de uma dissertação de mestrado, no PPGCOM, de autoria de Daniele Próspero, que identificou que, em 2013, um total de um milhão e duzentos mil estudantes mantinha contato com o conceito e a prática educomunicativa, em 1821 cidades, em todos os estados do país. No caso, o próprio MEC passa a ser a instituição com maior potencial para a difusão da educomunicação no Brasil. 

Em breve, a pesquisa de Daniele Próspero estará disponível no Banco de Teses da USP.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...