domingo, 8 de dezembro de 2013

Rivoltella fala sobre sua trajetória na inter-relação Comunicação e Educação

Crédito: Divulgação
"Nelson me acompanha ao reconstruir meu caminho de pesquisa, minha trajetória desde os anos de 1990 até hoje, da televisão à neurociência cognitiva", registra o pesquisador italiano Pier Cesar Rivoltella, em sua página no Facebook, ao comentar sobre a entrevista concedida  à RIPE - Rede de Intercâmbio de Produção Educativa mediada pelo pesquisador brasileiro Nelson Pretto. Ambos atuam na inter-relação Comunicação/Educação/Tecnologias e conversam sobre mídiaeducação, a inter-relação entre essas áreas na Itália, as perspectivas de projetos com intercâmbio internacional graças às possibilidades das tecnologias, dentre outros assuntos.






Rivoltella é considerado educomunicador e suas pesquisas têm sido estudadas e confrontadas com aquelas desenvolvidas pelo Núcleo de Comunicação e Educação (NCE-USP). A pesquisadora italiana Isabella Bruni realizou pesquisa em 2010 apontando a diferença entre a educomunicação na Itália a partir de Rivoltella com a do Brasil, a partir de Ismar de Oliveira Soares, presidente da ABPEducom, demonstrando que a grande diferença está na área de gestão de processos comunicativos, conforme averiguou Claudio Messias em sua Dissertação de Mestrado.

Entretanto, é possível perceber nesta entrevista que Rivoltella demonstra está atento à questão da gestão da comunicação quando cita, por exemplo, preocupação em relação à proposta de "um computador por aluno" (UCA), enfatizando ser necessário dois ou três compoutadores por aluno para que o trabalho envolva colaboração. Essa preocupação é também do NCE que defende desde a implantação do UCA a existência de "Laboratório Multimeios por Escola" para aliar as habilidades individuais às competências colaborativas da produção coletiva.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...