segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Jornal "O Dia" abre espaço para os jovens com coluna às segundas feiras

Ilustração consta na dissertação de Antonia Alves (Pereira, 2012) a partir das áreas delineadas pelo professor Ismar de Oliveira Soares (Soares, 2011)
Áreas da Educomunicação conforme obra de Soares (2011) (ilustração: Pereira, 2012)

A partir do dia 24 de fevereiro, o jornal "O DIA", do Rio de Janeiro, lança um projeto que possibilitará que, em todas as segunda-feiras, os jovens ocupem o espaço "Conexão Leitor", trazendo suas opiniões. Os jovens não terão apenas um espaço com destaque, mas serão vistos e entendidos como qualquer cidadão de direito, que pode e deve opinar. Não se trata de um caderno à parte ou de um projeto patrocinado, mas sim de um ação educomunicativa.

Marcus Tavares, do "Planetapontocom", entidade associada à ABPEducom, explica, em artigo publicado no mesmo jornal no dia 23/02, a proposta: os estudantes da atual geração não precisam da grande mídia para expor suas ideias. De forma alguma. Mas têm o direito de serem ouvidos por ela. O que, na verdade, é historicamente negligenciado pelos veículos de comunicação. Nesta perspectiva, a iniciativa, do jornalista Eduardo Pierre, tem tudo para dar certo. E pode ser visto, inclusive, como um presente em celebração aos 25 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança. Promulgada em 1989, a convenção, ratificada pelo Brasil, estabelece o direito de crianças — e, por conseguinte, dos jovens — a uma mídia de qualidade e o direito de ter espaços na grande mídia para opinar, divulgar o que pensam. 

Continua Marcus Tavares: Tive a oportunidade de acompanhar o fechamento da primeira edição do Conexão Leitor dos estudantes: oito jovens de diferentes bairros e contextos da cidade do Rio conheceram a redação do DIA, trocam ideias com os repórteres e conheceram o processo de produção da notícia. Com Eduardo Pierre, editaram a página, com suas opiniões e avaliações. Um prato cheio para professores e pesquisadores. Afinal, o que chama a atenção dessa garotada? O que incomoda? O que pensam sobre a cidade em que vivem? A edição foi um bonito processo de respeito sem nenhum tipo de censura às ideias dos estudantes. 

Em artigos futuros, o jornalista voltará a comentar os resultados da iniciativa do jornal O Dia.

Vale lembrar que essa proposta de trabalho num veículo de comunicação insere-se na área educomunicativa de produção midiática. Atualmente, são sete áreas, conforme evidenciadas na obra Educomunicação - o conceito, o profissional, a aplicação de autoria do professor Ismar de Oliveira Soares, a saber: comunicação para a comunicação, mediação tecnológica, gestão da comunicação, reflexão epistemológica, expressão comunicativa através das artes, pedagogia da comunicação e produção midiática.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...