sábado, 24 de maio de 2014

Presidente da ABPEducom visita projetos educomunicativos em Santarém

Professor Ismar, Rosa Rodrigues, Associada da  ABPEducom, e Everaldo Cordeiro,  organizadores da I Conferência Amazônica de Educomunicação


O Prof. Ismar de Oliveira Soares, Presidente da ABPEducom e coordenador da Licenciatura em Educomunicação da ECA/USP, esteve em Santarém-PA, cidade localizada na confluência entre o Tapajós e o Amazonas, na região oeste do Estado do Pará. A visita se deu entre 26 de abril e 4 de maio de 2014, ocasião em que participou da 14ª. Semana da Comunicação, promovido pela Pastoral da Comunicação (PASCOM) da Diocese local. O professor acompanhou todas as iniciativas da semana, manifestando-se, em cada ocasião, a partir de sua experiência tanto no tratamento do tema da educomunicação quanto na formulação de políticas no âmbito da Pastoral da Comunicação. 


O ponto forte da programação inicial da semana foi representado pelas visitas às comunidades ribeirinhas do Rio Tapajós, especialmente Capixauã e Suruacá, no dia 27 de abril. Em cada comunidade, a comitiva da PASCOM de Santarém foi recebida pelas lideranças e pelos próprios habitantes, em clima de festa, com manifestações artísticas e exposições de suas experiências, especialmente na área da educomunicação. Em cada uma delas era visível o resultado dos trabalhos da Rádio Rural (Programa Rádio pela Educação) e da organização Saúde e Alegria (Rede Mocorongo de Rádio). 


Rádio pela Educação 
Gravação do programa de Rádio pela Educação na Rádio Rural



A inclusão, no cronograma das atividades do professor Ismar, de visitas às duas instituições permitiu ao pesquisador tomar ciência das metodologias empregadas em seus respectivos projetos. 

A visita à Rádio Rural deu-se no dia 29 de abril, tendo o docente sido recebido pela educomunicadora Rosa Rodrigues, diretora de programação. A meta era a de assistir à gravação do programa Rádio pela Educação, que conta com a participação de uma equipe de crianças e adolescentes na qualidade de locutores. O programa, coordenado pela jornalista Socorro Carvalho, divide-se em sessões, abordando temas de interesse para professores e estudantes, acolhendo propostas de crianças e educadores que chegam à redação por cartas, e-mails, ou mesmo por mensagens ou gravações enviadas através dos barcos que circulam pela região. 

O professor Ismar pode completar suas observações ao visitar na manhã do dia 30 de abril, a recepção organizada da mesma gravação na escola Profª. Ecile Nobre, da rede municipal de educação de Santarém. Na ocasião, a professora Joseane trabalhou com sua turma da quinta série, o texto proposto pelo guia pedagógico do projeto, um texto em verso sobre a estória do boto. Em 2013, o Programa Rádio pela Educação, criado, há 15 anos, venceu a etapa estadual do concurso Itau sobre as melhores iniciativas no campo da educação, no Brasil. 


Saúde e Alegria

No dia 30 de abril, a visita foi à sede da organização não governamental Saúde e Alegria, sendo recebido pelos diretores Caetano Scannavino, Paulo Lima, e Fabio Pena, bem como pelos responsáveis pelos diversos setores da organização. Foi possível tomar conhecimento da abrangência dos programas que vêm sendo desenvolvidos há 26 anos nas comunidades ribeirinhas da região oeste do estado do Pará, em torno da saúde e do desenvolvimento humano e econômico das comunidades. 

O docente da USP constatou que a educomunicação tem sido uma prática assumida pela instituição desde os inícios de sua operação na região, como recurso para a formação de comunicadores populares, privilegiando os jovens. Entre os benefícios alcançados destacam-se as parcerias articuladas pela organização no sentido de garantir o acesso das comunidades à comunicação digital. 

Independentemente do tipo das tecnologias que chegam à área rural, todas as práticas desenvolvem uma gestão expressamente participativa e compartilhada, na implementação de seus veículos de informação, impressos, sonoros e audiovisuais. Para unir estas expressões comunicativas comunitárias foi constituída a Rede Mocoronga de Comunicação. 


Educomunicação em escolas públicas conveniadas 

O Prof. Ismar visitou também experiências educomunicativas desenvolvidas por escolas privadas (Colégio Santa Clara e Colégio Dom Amando) e escolas públicas conveniadas (São Francisco e São Raimundo). Chamaram atenção as produções radiofônicas realizadas por estudantes na Escola São Francisco, numa perspectiva educomunicativa, bem como as práticas pedagógicas valorizando o potencial comunicativo dos alunos na escola São Raimundo. Nessa escola, o pesquisador foi presenteado com uma brochura intitulada “Internetês”, elaborada por uma equipe de estudantes, com direito a autógrafo coletivo. 


Primeira conferência sobre educomunicação na Amazônia 

No dia 30 de abril, à noite, o Prof. Ismar Soares proferiu palestra sobre o tema da educomunicação, no auditório da UFOPA, para um público de 200 pessoas, com transmissão ao vivo para todo o oeste do Pará, pela Rádio Rural. A palestra despertou a atenção da plateia que aplaudiu de pé o docente da USP. 

Segundo os coordenadores da 14ª Semana da Comunicação, Ércio Santos e Everaldo Cordeiro, a conferência veio coroar um esforço em torno do conceito, oferecendo subsídios para alinhar novas ações, entre as quais um programa de formação de educomunicadores, a serviço da educação, das ONGs e da mídia local e, em especial da pastoral da diocese.


PASCOM

Parte do trabalho desenvolvido pelo Prof. Ismar em Santarém, durante a 4ª Semana voltou-se ao tema da pastoral da comunicação, incluindo um encontro com o bispo diocesano, Dom Flávio Giovernale, e encontros com membros do clero e dos movimentos religiosos atuantes na região, além de visita a quatro escolas e duas CEBs – Comunidades Eclesiais de Base. 

O objeto da análise do pesquisador passou a ser o Diretório de Comunicação para a Igreja no Brasil, recém lançado pela CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. O documento que passa a orientar as políticas da Igreja no campo da comunicação valoriza a comunicação comunitária e o diálogo aberto da Igreja com a sociedade. 

Em suas intervenções, o professor ressaltou a convergência entre os últimos pronunciamentos do Papa Francisco e a bandeira defendida pelo diretório em torno dos processos que levem ao encontro das pessoas e comunidades e ao compromisso com a liberdade de expressão. 

A Educomunicação é expressamente recomendada pelo novo documento, o que levou o Prof. Ismar a recomendar que as crianças e jovens das escolas católicas sejam estimulados a se apoderarem dos recursos da comunicação para que se tornem autores de seus próprios processos de aprendizagem e da construção de um mundo mais justo e solidário. 

Segundo o Prof. Ismar, a PASCOM de Santarém, que conta com a coordenação geral de Ércio Santos e a assessoria pedagógica de Everaldo Cordeiro, demonstrou haver alcançado um excelente nível de amadurecimento em sua compreensão sobre a natureza da comunicação como elemento transversal a todas as atividades humanas. No caso, propiciou que diferentes setores, internos e externos à Igreja, se mobilizassem para um debate amplo e profundo sobre o papel da comunicação na vida da sociedade contemporânea. 


Curso de especialização em educomunicação poderá ter início em 2015 

No dia 2 de maio, a programação da Semana da Comunicação incluiu o “Programa Rádio Debate Especial”, como parte das homenagens pelos 50 anos da emissora, ocorrido no auditório do Colégio Santa Clara, coordenado pelo Vice-Reitor da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), Prof. Dr. Anselmo Colares. O tema principal foi a relação entre a comunicação e a educação. 

Durante o debate, transmitido pela emissora, representantes de diferentes setores, entre os quais a ONG Saude e Alegria, a Rádio Rural e a própria UFOPA ratificaram a decisão coletiva de se criar, na cidade, cursos de extensão e um curso de especialização em educomunicação, com início proposto para 2015.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...