sábado, 26 de julho de 2014

"Culturas Juvenis na ótica da Educomunicação", novo livro das Salesianas


Acaba de ser publicado  o texto Culturas Juvenis na ótica da Educomunicação. Trata-se de um subsídio elaborado pela área da Comunicação Social das províncias brasileiras da congregação das Filhas de Maria Auxiliadora.

A publicação reforça a decisão da congregação em adotar a educomunicação como uma de suas prioridades, nas obras educacionais da instituição, em todos os continentes. O material destina-se basicamente aos educadores que prestam serviços nas instituições de ensino da congregação, colaborando para que se aproximem dos modos de pensar e viver da juventude contemporânea e animando-os a implementarem ações educomunicativas para e com as crianças e jovens.

O interesse das salesianas pela educomunicação teve início em 2000, quando um grupo de coordenadoras de comunicação de todas as províncias do continente americano (América do Norte, Central e do Sul) reuniu-se em Caracas, Venezuela, num workshop que contou com a presença do Prof. Ismar de Oliveira Soares, do Núcleo de Comunicação e Educação da USP. Foi elaborado, na ocasião, um documento de trabalho explicitando os referenciais teóricos e metodológicos que davam sustentação ao novo conceito. Tal documento, levado a representes dos ramos masculino e feminino da congregação salesiana, reunidos em Cumbayá, Equador, em 2002, motivou a adoção do conceito pela instituição, enquanto uma de suas prioridades pedagógicas.


Ao longo da primeira década do século XXI, a educomunicação passou a ser reconhecido por toda a congregação das Irmãs Salesianas, em nível mundial, como atesta o documento "Educomunicação, pequenos passos, na nova culura", distribuido, em 2008, a partir de Roma, em italiano, com traduções para o espanhol, o francês e o português. No Brasil, a Rede Salesiana de Escolas publicou, em 2010, o livro  "Educomunicação: Desafio à família salesiana".

Em, 2013, a história da aproximação das Salesianas com o tema da educomunicação foi objeto de uma dissertação de mestrado no programa de pós-graduação em Ciências da Comunicação da ECA/USP, de autoria de Antonia Alves.


Objetivos do novo livro

De acordo com a Equipe da Comunicação Social dos Salesianos, no Brasil, o livro "Culturas Juvenis na ótica da Educomunicação", justifica-se  pelo fato da educomunicação representar uma resposta às expectativas dos educadores e às exigências dos jovens, de hoje: "É um novo âmbito de intervenção social, com um fim muito claro: colocar a educação e a comunicação a serviço do desenvolvimento social e individual do ser humano, para construir juntos um mundo mais habitável e solidário para todos". 

O livro está dividido em capítulos que evidenciam bem as áreas de intervenção do campo da educomunicação, enunciadas em 1999, pelas pesquisas do NCE/USP, e assumidas no documento final do encontro de Caracas, do ano de 2000, a saber: "Educar para a comunicação"; "Mediação tecnológica nos espaços educativos"; "Educar como expressão e arte"; "Cidadania como prática educomunicativa"; "Gestão da comunicação". Agrega um novo elemento, específico da herança pedagógica de Dom Bosco: "Comunicar na perspectiva do Sistema Preventivo". 



Os editores explicam que a adoção das áreas de atuação do campo são assumidas para um melhor entendimento do processo educomunicativo, em sua globalidade, lembrando que tais áreas não podem ser vistas de forma isolada: "muitas vezes, na ação, as diferentes áreas se sobrepõem e estão presentes juntas". Finalmente, equipe editora, afirma sobre o novo livro: "Não se trata de um manual de instruções ou atividades, mas sim, de um instrumento que quer oferecer pontos de reflexão e linhas de ação, para repensar o modo de ser e de estar com os jovens". 

Para aquisição dos livros salesianos sobre a educomunicação, entrar em contato com os editores pelo endereço: <cisbrasil@salesianosdobrasil.org.br>.



Matérias complementares:




LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...