domingo, 31 de agosto de 2014

Sócio da ABPEducom envia artigo para o encontro Participatório em Rede

O sócio da ABPEducom, Hércules Barros, está entre os 55 selecionados para o Encontro dos Pesquisadores e Pesquisadoras de Políticas de Juventude – Participatório em Rede. O evento visa constituir uma rede de observatórios e pesquisadores nessa área. 

O jornalista e educomunicador, Hércules Barros vai compartilhar com os participantes do encontro o artigo ‘A Educomunicação e o reencontro com a capacidade de se comunicar com os jovens’ onde relata a experiência com integrantes do Programa Jovem de Expressão, nas cidades de Ceilândia e Sobradinho II. O trabalho faz parte de consultoria realizada para a UNESCO Brasil em 2012 e 2013. O evento é promovido pela Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) e ocorre em Brasília (DF), de 2 a 4 de setembro.

Educomunicação é destaque em boletim da Corte Interamericana de Direitos Humanos

O boletim “O que há de novo na biblioteca!” (No. 82, Ano 7, 2014) da Corte Interamericana de Direitos Humanos, divulgado no mês de agosto de 2014, traz com destaque a publicação intitulada “An educommunication-based approach for the rights of the child: Responding to the challenge of implementing article 12 of the CRC in Guinea-Bissau”. A íntegra do documento, produzido em língua inglesa, está disponível para consulta (versão impressa) na biblioteca da sede da Corte Interamericana, em San Jose, na Costa Rica, e também em seu catálogo online. Basta digitar a palavra “educommunication” no campo de busca virtual no site da Corte ou ter acesso direto por meio do link: http://www.corteidh.or.cr/tablas/29889.pdf

O trabalho é de autoria da educomunicadora brasileira e membro do CDC da ABPEducom Maria Rehder, fruto de sua tese defendida no Mestrado Europeu em Direitos Humanos e Democratização em Veneza, com supervisão do Centro de Direitos Humanos da Universidade de Padova, Cátedra da Unesco para a Paz e Democracia na Itália.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Educomunicadores da Renajoc se unem à luta do Unicef contra a exclusão escolar

Os jovens educomunicadores da Renajoc (Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Comunicador@s) Daniela Rueda, Diego Teófilo, Reynaldo Gosmão e Vânia Correia acabam de produzir, para a Campanha Nacional pelo Direito à Educação, do Unicef, o texto intitulado: Educação no Brasil: desafios e avanços, na perspectiva dos adolescentes e dos jovens

O artigo faz parte da iniciativa “Fora da Escola não Pode: cada criança e adolescente tem o direito de aprender” que, desde 2010, mobiliza o Brasil a tomar conhecimento da realidade representada pela exclusão escolar e a promover uma abordagem intersetorial para o enfrentamento do problema. 

De acordo com o recém-lançado relatório “O enfrentamento à exclusão escolar no Brasil”, 3,8 milhões de crianças e adolescentes de 4 a 17 anos estão fora da escola: destes, os grupos mais excluídos são os de 4 e 5 anos (1,1 milhão), com idade para frequentar a pré-escola, e os adolescentes de 15 a 17 anos (1,7 milhão), que deveriam estar no ensino médio. E outros 14,6 milhões de crianças e adolescentes estavam em situação de atraso escolar. 

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Reconhecimento: Bacharelado e Licenciatura em Educomunicação recebem comissões avaliadoras

Reunião da comissão de avaliadores com alunos da Licenciatura, na ECA/USP
Durante o mês de agosto do corrente ano, os cursos de Bacharelado em Comunicação com habilitação em Educomunicação, da UFCG, Paraíba, e a Licenciatura em Educomunicação, da ECA/USP, São Paulo, receberam, simultaneamente, comissões de avaliação, de cujos pareceres dependerá o reconhecimento dos dois programas de formação superior. 

No caso da UFCG, a comissão de avaliação que realizou seu trabalho entre 4 e 5 de agosto, tem vínculos com o INEP, levando em conta ser a UFCG ser uma instituição federal. Já no caso da ECA/USP, a comissão foi designada pelo Conselho Estadual de Educação, tendo realizado o trabalho avaliativo entre 11 e 12 de agosto.

Pesquisa quer saber a relação do jovem com o consumo midiático



A Rede Brasil Conectado, grupo formado por pesquisadores de universidades de todo o país, lançou, no dia 12 de agosto, o Questionário da Pesquisa Nacional Jovem e Consumo Midiático em Tempos de Convergência. O estudo mapeia o consumo dos meios de comunicação, com ênfase em plataformas digitais, para investigar as práticas, fluxos e rituais de jovens entre 18 e 24 anos na internet e pretende reunir as respostas de milhares de pessoas. O questionário envolve perguntas sobre o uso de redes sociais, dispositivos móveis e aplicativos, visando comparar resultados das diferentes regiões, a fim de conhecer a diversidade brasileira.

A Rede é coordenada pela professora Nilda Jacks, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e conta com equipes em 26 estados mais o Distrito Federal. A pesquisa foi iniciada em 2012 e já mapeou as práticas de consumo cultural e midiático de jovens da classe C, bem como suas atividades no Facebook. O questionário que será lançado é a última etapa da investigação que pretende construir um mapa das relações entre os jovens e a mídia.

FGV lança revista com contribuição do professor Ismar Soares

Com artigos de Fredric Litto, Maristela Tavares, Ismar de Oliveira Soares e uma entrevista com Paulo Lemos, a revista FGV Online lança nova edição (ano 4, número 1), debatendo o tema "Desafios de formação docente em EaD: reflexões sobre a qualificação docente e a mediação das tecnologias no ambiente educativo".
A contribuição do Professor Ismar se traduz no artigo "Educomunicação e a formação de professores no século XXI" (pg. 18-37), um estudo que toma com base teórica a contribuição do filósofo italiano Umberto Galimberti, do pensador iberoamericano Jesus Martín Barbero e do especialista espanhol em tecnologias da informação, Javier Echeverría.
O artigo pode ser acessado no endereço: <www5.fgv.br/fgvonline/revista/home.aspx?pub=1&edicao=7>. A revista também pode ser acessada em versão para o idioma inglês

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Comunicado mensal: associados de março a agosto

Este comunicativo é mensal para divulgar os associados da ABPEducom. Neste, trazemos os nomes daqueles que associaram de março a agosto de 2014. 
Bimestralmente, há o Informativo da ABPEducom.

Informativo ABPEducom 3: Anuidade, anais e muito mais

Mais um Informativo ABPEducom - agora, o número quatro (4) traz os vídeos da Assembleia Extraordinária da Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação (ABPEducom), flash de algumas notícias publicadas em nosso site e o tão esperado ANAIS do V Encontro Brasileiro de Educomunicação que aconteceu em 2013. 

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Anais do V Encontro Brasileiro de Educomunicação

Haddad veta PL que proíbe venda de alimentos com brinquedos

Haddad veta PL que proíbe venda de alimentos com brinquedosA newsletter do Instituto Alana, de São Paulo, informa que o Prefeito Fernando Haddad não se sentiu competente para aprovar o Projeto de Lei nº 99/2009, de autoria do Vereador Arselino Tatto (PT), que proíbe a venda casada de alimentos, lanches e ovos de páscoa acompanhados de brinquedos pelas redes de fast-food, lanchonetes ou qualquer estabelecimento comercial no Município de São Paulo. 

TV Anísio Teixeira amplia espaço de produção de suportes para a educação

O governo da Bahia criou um ambiente digital no qual hospeda a TV Anísio Teixeira, reforçando uma tendência que vem se manifestando nas secretarias estaduais ou municipais de educação. 

Trata-se da criação de portais para difusão de conteúdo, como são os casos, em São Paulo, da plataforma da SEE Currículo+, e, no Rio de Janeiro, do portal Educopédia, mantido pela secretaria municipal de educação, além da Multirio, que continua realizando produções voltadas à educação. 

Os novos espaços de produção e difusão de suportes midiáticos para a educação oferecem excelentes espaços para a empregabilidade do educomunicador. 

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Educomunicação é apresentada a profissionais da segurança pública

Jovem educomunicador da Viração, Carlos Eduardo, conversando com os cursistas | Crédito: Divulgação
Jovem educomunicador da Viração, Carlos Eduardo,
conversando com os cursistas | Crédito: Divulgação
Na manhã de 08 de agosto, na cidade de São Paulo, a educomunicação foi apresentada a profissionais da segurança pública que fazem o curso oferecido pelo Ministério da Justiça (MJ). Em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) do Brasil, o encontro que teve por tema Convivência e Segurança Cidadã, encerra hoje após o período de uma semana de formação destes profissionais. 

Com o objetivo de capacitar gestores para melhoria de políticas públicas locais de segurança, o curso aborda temas como acesso à Justiça, resolução pacífica de conflitos, prevenção social do crime e intervenção em lugares de alto risco. O curso utiliza-se materiais especialmente produzidos para divulgação e promoção de praticas coletivas de segurança pública, e que hajam práticas fundamentadas pelo paradigma da educomunicação, como, inclusive, demonstra expressamente material produzido pelo PNUD. 

Educom.Cine trabalha com oficinas de audiovisual, educação e cidadania em Santa Catarina

Gravação de oficina de cordel da Expedição Memórias do Mar, na Ilha dos Lençóis (MA)
Gravação de oficina de cordel da
Expedição Memórias do Mar, na Ilha dos Lençóis (MA)
| Crédito: Projeto 
O Educom.Cine - Audiovisual, Educação e Cidadania prevê a realização de oficinas de audiovisual para promover a integração entre comunidades escolares e os movimentos sociais locais nas cidades de Florianópolis, Rancho Queimado, Itajaí e Joinville. 

As oficinas serão executadas no período de dois anos e estão alinhadas ao campo da Educomunicação. Tudo isso para que a voz destes grupos possa ser ouvida inicialmente em suas próprias comunidades, mas também em redes comunitárias de televisão, como a TV da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Educomunicação orienta ações no Museu da Imagem e do Som de Campinas

Oficina de vídeo-dança com parangolés | Crédito: Divulgação MIS
Oficina de vídeo-dança com parangolés
| Crédito: Divulgação MIS
O programa educativo Pedagogia da Imagem do Museu da Imagem e do Som de Campinas (MIS) fundamenta-se nos princípios teóricos e metodológicos da Educomunicação para promover sua missão de maneira crítica e dialógica. Segundo a educomunicadora Juliana Siqueira, responsável pelo programa que existe desde 2005, são quatro estratégias ou eixos de ação desenvolvidas: promover o conhecimento da linguagem audiovisual e seu desenvolvimento histórico e estético; proporcionar a experimentação da produção; apoiar a formação de circuitos alternativos de fruição cultural e difusão da produção popular na periferia; e incentivar o desenvolvimento de uma cultura de acervo e preservação. 

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Prefeitura de São Paulo oferece oficinas e cursos de educomunicação



Estão abertas as inscrições para oficinas e cursos destinadas a professores da rede municipal de ensino. Na atual chamada são oferecidos cursos sobre Rádio Escolar, Fotografia, HQ e Fanzine e Jornal Impresso. 

Os cursos são voltados a professores que desenvolvem ou desejam desenvolver projeto de Educomunicação nas escolas municipais. Serão oferecidos em todas as Diretorias de Ensino da capital, em diversos horários. 

As atividades vem sendo ministradas por educomunicadores contratados, a partir de 2009, em virtude de portaria da secretaria de educação que reforçou a prática da educomunicação na cidade. 

Inscrições e informações http://portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/ondas 

Veja as orientações para implementar projetos educomunicativos nas escolas da prefeitura de São Paulo, na seção guia de projetos.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...