sábado, 20 de setembro de 2014

UNEB, de Juazeiro, discute Educomunicação

Logo SIEPEXA Universidade do Estado da Bahia (UNEB), campus de Juazeiro, na Bahia, decidiu integrar o tema da Educomunicação à II Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão, prevista para os dias 22 a 26 de setembro. 

De acordo com a coordenadora da Semana, professora Márcia Guena, os cursos de Comunicação e de Pedagogia da UNEB convivem no espaço de um único departamento, fato que levou a Universidade a buscar caminhos de integração. 

O fato justificou o convite apresentado ao professor Ismar Soares, Coordenador da Licenciatura em Educomunicação da USP, para que pronunciasse palestra sobre o tema, no dia 23 de setembro: “No nosso departamento temos um mestrado em Educação e estamos criando um mestrado em Comunicação e formalizando um DINTER, com a ECA-USP, em Comunicação, para o qual estamos prevendo linha específica de pesquisa em educomunicação”. 



Primeira palestra foi em 2008, numa promoção da ENECOS 

O tema da educomunicação foi objeto de debate público em Juazeiro, em 2008. O evento foi promovido pela Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação Social (ENECOS) envolvendo estudantes de comunicação do Nordeste, especialmente dos estados da Bahia, Sergipe e Alagoas. 

O NCE/USP foi igualmente representado, este evento, por seu coordenador, Prof. Ismar de Oliveira Soares, que participou da sessão de abertura, no dia 30 de abril, falando sobre a contribuição da universidade para a formação do educomunicador. 


2014: Educomunicação e Agroecologia 

O tema da educmunicação voltou a ser debatido em Juazeiro, em maio de 2014, no Encontro Nacional de Agroecologia - ENA. Na ocasião, três experiências foram relatadas, evidenciando o papel central da comunicação na sensibilização da sociedade acerca da agroecologia, bem como na garantia de outros direitos fundamentais. Além de que foi feita uma apresentação da Campanha “Para expressar a Liberdade”, chamando as pessoas e organizações presentes a assinarem a lista de apoiamento ao Projeto de Lei da Mídia Democrática, bem como assumirem a Campanha em seus estados e regiões. 

Em seguida, foram feitos questionamentos e intervenções acerca das três experiências, pontuando desafios e avanços no campo da comunicação popular. 

No evento, Karine Silva, do Fórum de Comunicação Sertão do São Francisco, fez um relato da atuação do Fórum, que já existe há cinco anos, destacando as experiências recentes e exitosas com a educomunicação no sertão da Bahia. 

A presença do palestrante foi destaque em Jornal da Região:
2ª SIEPEX recebe Ismar de Oliveira, pesquisador da USP referência em educomunicação

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...