quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

CIEP do Rio vai à Sapucai homenagear 16 mulheres que fizeram a diferença!

O jornalista Marcus Tadeu, do portal revista pontocom destaca a relação educomunicativa entre samba e sala de aula. Veja o texto de sua crônica:
Parte dos 750 mil alunos da Prefeitura do Rio de Janeiro, uma das maiores redes de ensino municipais da América Latina, sabe que a dobradinha samba e sala de aula rende sempre um bom enredo. É o que acontece, pelo menos, há 30 anos. Fundada em 1985 a pedido do então educador e antropólogo Darcy Ribeiro, a Escola de Samba Mirim Grêmio Recreativo Corações Unidos do CIEP reúne, deste então, todos os anos, estudantes da rede das escolas.
Segundo a secretária municipal de Educação, Helena Bomeny, para o carnaval 2015, a escola vai apresentar o tema “450 anos de uma cidade que continua apaixonante e apaixonada”. Ressaltando o espírito feminino da cidade e sua história sociocultural, a agremiação, que integra o programa Escola de Bamba, vai homenagear 16 mulheres que fizeram diferença na história da cidade maravilhosa: Tia Ciata, Chiquinha Gonzaga, Princesa Isabel, Fernanda Montenegro, Cecília Meireles, Nara Leão, Nise da Silveira, Berta Lutz, Mercedes Baptista, Ana Botafogo, Zuzu Angel, Maria Clara Machado, Luiza Parente, Clara Nunes e as Cantoras do Rádio. 
Em entrevista à TV Brasil, a presidente da escola mirim e alguns estudantes contaram mais sobre a história e o samba deste ano. O desfile acontece no dia 17, terça-feira de carnaval, na Marquês de Sapucaí. As cores da escola são o amarelo, branco e laranja. O símbolo é a letra M, do sambódromo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...