quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Encontro da ANJ discutiu Educomunicação, em Uberlândia

Integrantes do Programa Jornal e Educação da ANJ,
com o professor Ismar em Uberlândia 
A prática da educomunicação esteve na pauta de dois eventos ocorridos na última semana de agosto, na cidade de Uberlândia: II Fórum de Mídias, Tecnologia e Educação e o 25º Encontro de Coordenadores de Programas de Jornal em Educação.

O primeiro evento foi promovido pelo Instituto Algar, no espaço da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), enquanto o segundo foi realizado pela Associação Nacional de Jornais (ANJ), no auditório do Hotel Presidente, no centro da cidade.


II Fórum de Mídias

O III Fórum de Mídias contou com palestras dos especialistas José Geraldo Gomes, supervisor da área das Tecnologias Educacionais, de Informação e Comunicação da Unialgar; Adriana Omena dos Santos, coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Tecnologias, Comunicação e Educação da UFU e Ismar de Oliveira Soares, Presidente da ABPEducom.

J. Geraldo Gomes defendeu a educação a distância: “Cada vez mais, as organizações não estão só em um lugar, então, com a internet, é possível educar a distância com qualidade”.Adriana Santos lembrou que a graduação em Jornalismo da UFU já foi criada pensando na integração da educação na prática do profissional comunicador, lembrando que o conceito da educomunicação já faz parte do currículo desta graduação. Já o Prof. Ismar Soares apresentou um estudo comparado sobre como os Parâmetros Nacionais de Educação, tanto para o ensino fundamental de nove anos, quanto para o ensino médio, abrem espaços prática educomunicativa.

ANJ a Educomunicação

O encontro da ANJ teve início com uma visita técnica dos participantes ao jornal CORREIO de Uberlândia que mantém, junto às escolas da cidade, atividades vinculadas ao Programa de Jornal e Educação. Segundo a coordenadora nacional do programa, Ana Gabriela Simões Borges, o objetivo da visita foi conhecer as estratégias do jornal em relação à migração para o digital: “A parceria da ANJ com o CORREIO e com o Instituto Algar é antiga e nós viemos conhecer a estrutura, que disponibiliza recursos para o programa Jornal e Educação, e ver como tem ocorrido a migração do veículo para a plataforma digital. Trabalhamos com jornais impressos e precisamos discutir sempre a relação entre tecnologia e educação”, afirmou.

Além de visitar o CORREIO e de tomar parte no Fórum de Mídias os participantes do seminário da ANJ dedicaram um dia de trabalho para discutir os fundamentos da educomunicação e sua aplicabilidade no programa. Ana Gabriela Simões Borges, coordenadora do programa, a meta é a de criar um núcleo da ABPEducom em cada local onde a ANJ desenvolve as propostas pedagógicas do Jornal e Educação.

Na foto, a Profa. Adriana Omena dos Santos, que ministra uma disciplina sobre Educomunicação na grade curricular do Curso de Jornalismo da UFU.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...