terça-feira, 15 de setembro de 2015

Projeto Farol leva a Educomunicação a municípios do Tocantins

Fortalecer o direito à participação e o protagonismo social e político dos/das adolescentes é o principal objetivo das oficinas de educomunicação e teatro do Projeto Farol, que ocorreram na segunda semana de setembro, atendendo adolescentes na área de abrangência dos municípios de Palmas, Porto Nacional, Pedro Afonso, Lajeado, Tocantínia e Guaraí. O objetivo do Projeto é promover o enfrentamento à violência e exploração sexual de crianças e adolescentes.

A parte teórica da formação de educomunicação abordou publicidade e linguagem audiovisual. Além disso, por meio de dinâmicas lúdicas os/as adolescentes foram convidados a desenvolver expressões verbais e corporais do teatro. Um dos objetivos das oficinas foi promover a autoconfiança e a autoestima dos jovens, estimulando a imaginação e a organização do pensamento.

As vagas 70 vagas de cada módulo são destinadas, prioritariamente, para adolescentes que já estão no Projeto desde o início das formações de direito à participação, que começaram em dezembro de 2014 e foram concluídas em junho deste ano em cinco municípios do Projeto, exceto Palmas. A data do último módulo ainda será definida.

Segundo a coordenadora do projeto, Mônica Brito, “estas oficinas estão sendo desenvolvidas nos municípios para subsidiar a incidência política do/as adolescentes, tanto nos espaços políticos deliberativos, quanto no exercício da cidadania de forma ampla. O objetivo é que as vozes do/as adolescentes possam ser escutadas e consideradas pelas políticas públicas, pela família e pela sociedade”.

O Projeto Farol é realizado pelo CEDECA – Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente Gloria de Ivone e patrocinado pela Petrobras.

Mais informações: http://surgiu.com.br/noticia/211557/projeto-farol-pauta-politicas-publicas-nos-municipios-atraves-de-oficinas-de-educomunicacao-e-teatro.html 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...