sábado, 3 de outubro de 2015

Lançada segunda edição de Comunicação & Educação, em 2015

Encontra-se disponível o volume 20 (n.2, 2015) da revisa Comunicação & Educação, mantida pelo Departamento de Comunicações e Artes da ECA/USP. A revista conta com a direção editorial de Adilson Citelli e Roseli Figaro, tendo Cláudia Nonato como Editora Executiva.

Artigos nacionais

Dois artigos merecem destaque: “Media literacy, memória e eleições — um experimento sobre como jovens interpretam o apelo à memória na campanha presidencial de 2014”, de Roseane Andrelo e Wanessa Bighetti e “O potencial significativo de games na educação: análise do Minecraft”, de Luciana Coutinho Pagliarini de Souza e Angelica Caniello.
O artigo de Andrelo e Bighetti relata uma atividade em grupo, em uma escola de Bauru-SP, tendo como foco o uso que os candidatos às eleições majoritárias de 2014 fizeram de diferentes técnicas comunicacionais. Um dos procedimentos foi o resgate do passado histórico, com a avaliação de como jovens eleitores com idade entre 17 e 18 anos interpretam o apelo à memória nas campanhas eleitorais para a presidência. 

Já o artigo de Souza e Caniello apresenta reflexões sobre o potencial significativo de games introduzidos no ambiente escolar como prática interdisciplinar. Depois de estudar o Minecraft, o artigo defende, como conclusão, que a inserção de uma linguagem educacional dialógica, lúdica e hipermidiática possibilita que o aluno seja um agente ativo do seu aprendizado, produtor e multiplicador de novos conhecimentos.

Artigo internacional 

O tema da relação entre Comunicação e Educação tem sido trabalhado, internacionalmente, sob a designação de “literacia” - termo também adotado em Portugal. É justamente ao conceito de “literacia tecnológica” que se dedica o artigo de Richard Kahn e Douglas Kellner (“Reconstruindo a tecnoliteracia: uma abordagem de múltiplas literacias”). O texto começa com uma breve análise dos significados que os termos “tecnologia” e “literacia” receberam, no sentido de procurar entender a qual tipo de conhecimento e habilidades a “tecnoliteracia” se refere. O foco central do artigo é demonstrar como o esforço internacional sobre a Media Education vincula-se essencialmente a um projeto democrático de revisão da educação por meio das múltiplas literacias.

Gestão da Comunicação

Uma escola em que foi implementado o projeto Educom.Radio, entre 2001 e 2004, é tema do artigo “Práticas educomunicativas e a redução da violência no contexto escolar”, de Marciel Consani e Maria Carolina Aguilera Maccagnini. Mais de dez anos depois do encerramento do projeto, os autores consideraram oportuno analisar a efetividade das ações dos educomunicadores na redução da violência escolar na localidade.

Endereço da nova edição: http://www.revistas.usp.br/comueduc/index.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...