terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Roteirista da série Pedro & Bianca, na Aula Magna da Licenciatura em Educomunicação

A Licenciatura em Educomunicação, da ECA/USP chega à sua 6ª turma trazendo uma inovação: pela primeira vez, os alunos escolhem para ministrar a "aula magna" de seu curso uma cineasta comprometida com o fazer educomunicativo, unindo o exercício da arte e a luta pela diversidade. Trata-se de Renata Martins, uma das roteiristas da premiada série Pedro & Bianca, ganhadora do Emmy Internacional Kids Awards 2013, na categoria Melhor Série InfantoJuvenil, e do Prix Jeunesse Iberoamericano 2013. A aula acontecerá no dia 26/02, sexta-feira, às 19h30.

No ano de 2015, o escolhido foi o jornalista Paulo Lima, da Viração, reconhecido por seu pioneirismo em estruturar todo seu trabalho junto à juventude a partir do paradigma da Educomunicação.

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Conselho de Comunicação discutirá educomunicação, em novembro de 2016

Crédito: Floriano Rios - MTb 04069
Professor Ismar propõe Comunicação/Educação
como tema para debate no plenário do CCS
Crédito: Floriano Rios
O plenário do Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional deliberou, em sua reunião ordinária de 15 de fevereiro de 2016, que o tema da Comunicação/Educação será incluído na pauta do encontro previsto para 7 de novembro de 2016. A proposta foi apresentada pelo Conselheiro Ismar de Oliveira Soares e aceita por unanimidade.

O CCS reúne-se regularmente uma vez por mês, ocasião em que, além dos temas em pauta, os membros do colegiado têm ocasião de tomar parte, em horário específico, de seminários sobre temas de interesse para a sociedade e o Congresso, com a presença de especialistas. No caso do encontro previsto para novembro, um dos possíveis convidados será o representante da UNESCO no IV Global Media and Information Literacy Week, a ser celebrado em São Paulo, com a participação da ABPEducom, entre 3 e 5 de novembro.

domingo, 14 de fevereiro de 2016

“Imprensa Jovem” transformado em programa reafirma educomunicação, em São Paulo

O Prof. Carlos Lima acaba de anunciar uma excelente notícia para a Educomunicação paulistana: o “Imprensa Jovem” vai se transformar em programa, como já ocorre com o “ Nas Ondas do Rádio”. Para o coordenador do Núcleo de Educomunicação da Secretaria de Educação do Município de São Paulo trata-se de uma grande vitória: “Depois de 10 anos, celebrados na Câmara Municipal em novembro de 2015, houve o entendimento de SME da necessidade de investir nesta ação”.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Nota de pesar: Angela Schaun e sua contribuição à Educomunicação

A Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação registra, com pesar o falecimento da professora Dra. Angela Schaun, no dia 30 de janeiro, em São Paulo. A pesquisadora foi a responsável por identificar a área de intervenção "expressão comunicativa através das artes", em 2000, utilizando os mesmos instrumentos da pesquisa história do Núcleo de Comunicação e Educação (NCE-USP) que identificou o conceito de Educomunicação como campo autônomo do conhecimento. O professor Ismar de Oliveira Soares participou de sua banca de defesa no doutorado, agregando, em seguida, esses resultados aos estudos do campo.

Apoiada pelo NCE-USP, sua pesquisa doutoral desenvolvida na Universidade de Salvador (Unifacs), identificou a educomunicação e nas práticas de grupos Afrodescendentes de Salvador, Bahia e suas articulações comunicativas. Os grupos escolhidos foram: Associação Carnavalesca e Cultural Ilê Aiyê, Grupo Cultural Olodum, Grupo Cultural Ara Ketu e Pracatum – Escola de Música de Meninos de Rua. As informações sobre as práticas educomunicativas desses grupos estão contidas em duas obras: Educomunicação: reflexões e princípios (2002a); e Práticas Educomunicativas (2002b). A pesquisa de doutorado realizado queria identificar a Educomunicação e as Práticas de Grupos Afrodescendentes de Salvador da Bahia e suas Articulações Comunicativas.

Foi Angela Schaun quem representou o NCE no encontro sobre Mídias na Educação, promovido pelo MEC, em 2000, reunindo, em São Paulo, gestores de importantes segmentos da mídia. Desse encontro saiu um documento que afirma que a Educomunicação passava a ser considerada como um campo emergente, convidando as Universidades com cursos de Educação ou de Comunicação a abrirem atividades formativas voltadas a preparar profissionais para a nova área de trabalho.
Angela foi vice-presidente (gestão 2011-2015) da Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia – ALCAR. Ainda, era professora e pesquisadora do Centro de Comunicação e Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie Angela Schaun. Doutora em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e mestre em Ciências Sociais e jornalista pela Universidade Federal da Bahia.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...