segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Nota de pesar: Angela Schaun e sua contribuição à Educomunicação

A Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação registra, com pesar o falecimento da professora Dra. Angela Schaun, no dia 30 de janeiro, em São Paulo. A pesquisadora foi a responsável por identificar a área de intervenção "expressão comunicativa através das artes", em 2000, utilizando os mesmos instrumentos da pesquisa história do Núcleo de Comunicação e Educação (NCE-USP) que identificou o conceito de Educomunicação como campo autônomo do conhecimento. O professor Ismar de Oliveira Soares participou de sua banca de defesa no doutorado, agregando, em seguida, esses resultados aos estudos do campo.

Apoiada pelo NCE-USP, sua pesquisa doutoral desenvolvida na Universidade de Salvador (Unifacs), identificou a educomunicação e nas práticas de grupos Afrodescendentes de Salvador, Bahia e suas articulações comunicativas. Os grupos escolhidos foram: Associação Carnavalesca e Cultural Ilê Aiyê, Grupo Cultural Olodum, Grupo Cultural Ara Ketu e Pracatum – Escola de Música de Meninos de Rua. As informações sobre as práticas educomunicativas desses grupos estão contidas em duas obras: Educomunicação: reflexões e princípios (2002a); e Práticas Educomunicativas (2002b). A pesquisa de doutorado realizado queria identificar a Educomunicação e as Práticas de Grupos Afrodescendentes de Salvador da Bahia e suas Articulações Comunicativas.

Foi Angela Schaun quem representou o NCE no encontro sobre Mídias na Educação, promovido pelo MEC, em 2000, reunindo, em São Paulo, gestores de importantes segmentos da mídia. Desse encontro saiu um documento que afirma que a Educomunicação passava a ser considerada como um campo emergente, convidando as Universidades com cursos de Educação ou de Comunicação a abrirem atividades formativas voltadas a preparar profissionais para a nova área de trabalho.
Angela foi vice-presidente (gestão 2011-2015) da Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia – ALCAR. Ainda, era professora e pesquisadora do Centro de Comunicação e Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie Angela Schaun. Doutora em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e mestre em Ciências Sociais e jornalista pela Universidade Federal da Bahia.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...