quarta-feira, 29 de junho de 2016

Educomunicação no espaço da mídia: tema é debatido nos Estúdios da Globo, no Rio

Crédito: Gianne Carvalho/Globo Universidade
No dia 27 de junho, o Prof. Ismar de Oliveira Soares, Presidente da ABPEducom, participou, no Rio de Janeiro, do X Seminário Rede Globo & Intercom, com o tema “Novas formas de Educar. Modo de fazer: entretenimento”. Coube ao Prof. Ismar ministrar a palestra de abertura do encontro, falando sobre o conceito e a prática educomunicativa, enquanto a Profa. Maria Immacolata Vassalo de Lopes, coordenadora do OBITEL, discorreu sobre a relação da ficção telenovela e a educação.
Segundo o presidente da ABPEducom, “as questões que emergiram nas entrelinhas dos discursos dos pesquisadores e dos profissionais que tomaram a palavra no evento relacionaram-se, basicamente, às mudanças ocorridas, na prática dos produtores da comunicação, ao longo dos últimos anos, traduzidas em ações de programadores, roteiristas e jornalistas, voltadas a ampliar o tratamento de temas de interesse coletivo, utilizando-se, para tanto, dos recursos das linguagens televisivas, quer o documental quer o ficcional, tendo como parâmetro procedimental consultas sistemáticas a representantes de movimentos organizados da sociedade civil reconhecidos por sua legitimidade no tratamento de temas polêmicos, obtendo-se, ao final, como resultado, produtos midiáticos publicamente identificados como sendo de interesse para a mobilização das audiências em torno a assuntos reconhecidos como de interesse para a educação cidadã, como ocorre em programas como Cidades e Soluções e em novelas como Velho Chico”.

O ator Marcos Palmeiras e a professora Imacolata Vassalo Lopes
Crédito: Gianne Carvalho/Globo Universidade


Os debates privilegiaram, de um lado, a ficção televisiva e, de outro, o tratamento do tema da sustentabilidade, na perspectiva da Educomunicação.

Programa

0h30 às 11h00 | Welcome Coffee

11h00 às 11h15 | Apresentação Beatriz Azeredo, Diretora de Responsabilidade Social

11h15 às 12h15 | Educomunicação na Grande Mídia: limites e possibilidades Prof. Dr. Ismar de Oliveira Soares

12h15 às 13h45 | Modo de fazer: jornalismo Álvaro Pereira Júnior (Fantástico), Sonia Bridi (jornalista), Ernesto Paglia (jornalista) - Mediador: Rodrigo Fonseca

13h45 às 15h00 | Almoço

15h00 às 16h30 | Sustentabilidade como inspiração: o case Velho Chico Beatriz Azeredo (Responsabilidade Social), Marcos Palmeira (Velho Chico), Rodrigo Medeiros (Conservação Internacional), Prof.ª Maria Immacolata Vassalo Lopes - Mediador: Rodrigo Fonseca

16h30 às 16h45| Coffee

16h45 às 18h15 | Modo de fazer: entretenimento

Rosane Svartman (roteirista Totalmente Demais), Emanoel Jacobina (autor Malhação) - Mediador: Rodrigo Fonseca

18h15 | Encerramento

O encontro no site da Globo Universidade:

Saiba mais detalhes, no texto do site da Globo Universidade, onde se afirma:

Como seria o casamento perfeito entre comunicação e educação? Pensar os processos comunicativos como elemento da construção social é a proposta e o desafio da educomunicação, tema do X Seminário Temático Intercom "As Novas Formas de Educar", que acontece nos dias 27 e 28 de junho nos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro. O conceito reune professores e pesquisadores de pós-graduação em Comunicação de todo o Brasil e profissionais da Globo, em um dia de reflexões sobre a prática da educomunicação no dia a dia do jornalismo e do entretenimento da emissora.

Pela manhã, o professor Ismar Soares, responsável pela sistematização do conceito e da prática da educomunicação no Brasil e na América Latina, inicia o ciclo de palestras explicando as premissas do conceito e problematizando-o. "Quando a mídia é feita a partir do olhar de pessoas que têm suas próprias crenças, suas lutas, permite que o âmbito do jornalismo se enriqueça, pois abre possibilidade de sair da visão hegemônica justamente pela perspectiva de diálogo com a sociedade e com os especialistas", comenta Ismar.

Em seguida, os jornalistas Álvaro Pereira Jr., Ernesto Paglia e Sônia Bridi, comandados pelo crítico de cinema e roteirista Rodrigo Fonseca, discutem a democratização da comunicação e o jornalismo participativo a partir dos seus modos de fazer. Refletindo sobre a linguagem e o conteúdo da notícia além da informação, Paglia destaca: "Ao aproximar o personagem do telespectador, atendemos ao anseio da pessoa se sentir representada. E isso é tão importante quanto a notícia que está sendo apresentada naquela história. Humanizar o personagem também faz a comunicação ser horizontal".

À tarde foi a vez de abordar a educomunicação sob o olhar de quem comunica por meio do entretenimento. Na mesa "A sustentabilidade como inspiração: o case Velho Chico", também mediada por Rodrigo Fonseca, Beatriz Azeredo, diretora de Responsabilidade Social da Globo, Rodrigo Medeiros, vice-presidente da Conservação Internacional Brasil, Maria Immacolata Vassalo, professora da ECA/USP e o ator Marcos Palmeira reforçam a importância da parceria inédita entre a Globo e a Conservação Internacional, que tem conseguido aliar conteúdo informativo à comunicação de massa em prol da conscientização da população sobre a temática da sustentabilidade. "As pessoas dizem que uma boa ideia muda o mundo. Mas eu não estou convencido disso. O que muda o mundo é uma boa ideia, uma boa demonstração e uma boa comunicação. Acredito que estamos conseguindo fazer isso com a ideia de sustentabilidade na novela Velho Chico ", ressalta Rodrigo Medeiros.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...