domingo, 31 de julho de 2016

Colégio Bandeirantes insere a educomunicação no currículo

Com a chegada do segundo semestre, os mais de 540 estudantes da primeira série do Ensino Médio do Colégio Bandeirantes participarão da Oficina de Mídia, projeto curricular do Colégio Bnadeirantes que se iniciou em fevereiro. O MEL (Laboratório de Mídias e Educação), junto com o Colégio Bandeirantes, aplica princípios da educomunicação como parte fundamental da cadeira de Língua Portuguesa.

A chamada “Oficina de Mídia” trabalha com fundamentos e resultados do curso extracurricular Idade Mídia que há treze anos envolve os estudantes do Bandeirantes no estudo e produção de comunicação. A Oficina procura trazer o aspecto do “aprender a fazer”, um dos quarto pilares da educação proposto pela UNESCO para uma educação de qualidade. Visa desenvolver assim habilidades de comunicação e expressão, trabalho em grupo, criatividade e leitura das mídias por meio da elaboração de um produto de comunicação que seja útil para a sociedade.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Festival Latinidades 2016 discute educomunicação e combate ao racismo em Brasília

As associadas da ABPEducom, Fernanda Duarte e Sátira Machado participarão do debate
sobre educomunicação e racismo em evento em Brasília 
O Festival Latinidades chega à sua nona edição como o maior evento de mulheres negras da América Latina. A iniciativa, que acontece anualmente na capital federal, nasceu com intuito de celebrar o Dia da Mulher Afro Latino Americana e Caribenha (25 de julho) e abrir espaço para debater ações do estado e da sociedade civil relacionadas à promoção da igualdade racial e enfrentamento ao racismo e sexismo.

Este ano o tema central do Latinidades será a Comunicação. O evento busca lançar o olhar para como vem sendo tratada a questão do negro no marketing, no jornalismo e nas redes sociais. Também a importância e o fortalecimento das mídias negras, a representação de uma diversidade de estéticas e narrativas nos meios de comunicação e a produção intelectual de negras e negros em torno do tema comunicação farão parte da programação.

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Educomunicação firma-se como política pública em Andirá, Paraná

Curso de Capacitação para educomunicadores - Crédito: Assessoria
Um dos módulos de capacitação do curso de Educomunicação
Com cursos de capacitação continuada para servidores de todas as áreas, desenvolvimento de projetos e aprovação de lei municipal, a Educomunicação vira ferramenta essencial para ampliar ecossistemas comunicacionais no poder público andiraense, ressignificando a missão da Assessoria de Comunicação do governo.

Todos os dias, às sete da manhã, profissionais coletores de galhos da Secretaria Municipal de Viação e Serviços Públicos da Prefeitura de Andirá saem pelas ruas da cidade munidos dos equipamentos padrões para o serviço. Mas também levam junto outras ferramentas: a máquina fotográfica ou o celular. O objetivo é registrar em fotos e vídeos as podas irregulares de árvores, que prejudicam a saúde das plantas, além de entrevistar moradores, orientando-os sobre os procedimentos corretos. Até uma rede social e uma comunidade no aplicativo WhatSapp eles têm. Na mesma manhã, nos seis Postos de Saúde da comunidade, enfermeiros, dentistas, profissionais de outros setores da Secretaria Municipal de Saúde, além de iniciar os atendimentos à população, também realizam captura de dados e imagens para a produção do jornal periódico com conteúdos de prevenção à doenças, dicas de saúde, entrevistas com médicos, campanhas e orientações, com objetivo de se aproximar ainda mais da comunidade.

terça-feira, 19 de julho de 2016

Mais um associado: Núcleo PauBrasil Educação e Cultura

O Núcleo PauBrasil – Educação e Cultura é o mais novo associado da ABPEducom. Foi fundado pela educadora Regina Márcia Tavares Vasques e pelo profissional em Tecnologias da Informação Alberto José Pereira de Camargo. Seu trabalho é desenvolvido através do oferecimento de cursos, oficinas, palestras, assessoria em projetos educacionais personalizados e outras ações, buscamos.

Sua missão é proporcionar e viabilizar o desenvolvimento e a modernização das práticas pedagógicas das instituições de ensino e dos educadores a partir do diálogo intrínseco entre conhecimento, cultura e comunicação. Assim, o Núcleo PauBrasil desenvolve suas ações a partir de seus referenciais interdisciplinares, da educomunicação, da interseção entre educação e cultura e do resgate do protagonismo do sujeito.

Rede Salesiana de Escolas associa-se à ABPEducom

A Rede Salesiana de Escolas (RSE), com sede em Brasília, associa-se à Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação (ABPEducom). Todas as escolas salesianas presentes em no território nacional fazem parte da Rede que existe desde 2002.

Criada após uma decisão continental que apontava para a necessidade da atuação em rede, os membros da Família Salesiana - ramos masculino e feminino - no Brasil decidiram pela criação da RSE. Nesse evento que aconteceu em 2001, não apenas as escolas brasileiras, mas todas as comunidades educativas do território americano assumiram o conceito de Educomunicação como uma de suas políticas de ação.

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Educomunicação – Muito a dizer sobre a graduação na USP

capa do livro de Oliver Sacks
A Licenciatura em Educomunicação já vem mostrando seus resultados, não só no número de alunos que buscam essa nova área do saber e de atuação profissional, mas também na qualidade e destaque da produção intelectual que ela vem conquistando. São Seminários e Congressos, palestras, publicações e um grande número de mestre e doutores formados pelos professores do curso. Para contribuir com essa produção que se avoluma, a Profa. Dra. Maria Cristina Castilho Costa foi convidada a escrever um texto sobre as disciplinas que ela ministra na Licenciatura , a saber, Mídia e Sociedade e Comunicação, Arte e Mídia, para o primeiro número da recém-lançada Revista de Graduação da USP.

O texto intitulado Vendo e Ouvindo Vozes – A caminho da Educomunicação – apresenta o conteúdo da disciplina – a finalidade, os autores visitados e a relação entre mídia, arte e desenvolvimento humano. O título se inspira no livro escrito pelo neurologista Oliver Sacks – Vendo Vozes – no qual o autor mostra como a nossa relação com o mundo e com nossos pares é condicionada pela forma de perceber a realidade. Tendo como objeto de estudo a comunidade surda, o autor analisa a língua de sinais como elemento fundamental para a comunicação entre os surdos e para o desenvolvimento de sua capacidade de conhecer e se expressar, criando cultura. Sendo, portanto, a percepção elemento essencial para nosso desenvolvimento intelectual, cognitivo e humano, a arte como forma peculiar de experimentar a realidade e expressá-la apresenta condições excepcionais para o desenvolvimento dos seres humanos. Conhecer as mídias e entendê-las enquanto linguagens que modelam as formas de representação do mundo também expande nossos processos de conhecimento e informação.

Por tudo que aqui expomos, essas ideias e conteúdos são de grande importância para a educomunicação, essa área da ciência que trata da aplicação das ciências da comunicação para o desenvolvimento humano e da sociedade. Ver vozes significa então, neste contexto, ampliar nossa percepção de mundo e nossas possibilidade de expressão e comunicação. Para saber mais, acesse o texto publicado em rede no link gradmais.usp.br.

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Seminário com Ignacio Aguaded, em agosto, na ECA. Inscrições abertas

Estão abertas as inscrições para o Seminário Avançado sobre Educomunicação na Práxis Social: Perspectivas epistemológicas em debate, na Europa e no Brasil, previsto para ocorrer entre os dias 29 e 31 de agosto, na ECA/USP.

O seminário oferece aos pesquisadores vinculados ao Programa de Pós Graduação em Ciências da Comunicação, bem como a pesquisadores e profissionais brasileiros voltados ao tema da Educomunicação, a oportunidade de participar de um diálogo em profundidade com o Prof. Dr José Ignacio Aguaded Gómez, Diretor da Revista Comunicar, da Universidade de Huelva, Espanha, bem como com parceiros brasileiros na gestão e pesquisa do campo, preocupados com as abordagens epistemológicas e metodológicas de se trabalhar o conceito e as modalidades da prática da Educomunicação, na Europa e no Brasil.

O evento será coordenado pelos Professores Ismar de Oliveira Soares e Claudemir Viana. Veja o programa e as condições de inscrição.

O mercado de TV por Assinatura no Brasil

O documento da ANCINE apresenta características econômicas e regulatórias do setor e panorama dos grupos econômicos atuantes no mercado

A ANCINE publicou no OCA - Observatório do Cinema e do Audiovisual o estudo “TV por Assinatura no Brasil: Aspectos Econômicos e Estruturais”. Considerando o forte crescimento do segmento no país nos últimos dez anos e a promulgação da Lei nº 12.485/11, que contribuiu para dinamizar a circulação e consumo de conteúdo nacional ao estabelecer um novo marco legal da TV por assinatura com cotas de conteúdo nacional na grade das programadoras e nos pacotes das operadoras da TV paga, o trabalho buscou apresentar as características econômicas e regulatórias que influenciam as dinâmicas deste mercado; e um panorama dos grupos econômicos que atuam nas atividades de programação e empacotamento no mercado brasileiro. 

Seminário irá discutir educomunicação na práxis social

crédito: Imagem produzida pelos alunos da
Licenciatura em Educomunicação - ECA-USP
"Educomunicação na Práxis Social: Perspectivas epistemológicas em debate, na Europa e no Brasil" é o seminário avançado que se realizará entre 29 e 31 de agosto de 2016, no  Departamento de Comunicações e Artes da ECA USP. São 80 vagas e, garantindo presença em no mínimo 80% do seminário, é possível receber o certificado de 32 horas.

O seminário oferece aos pesquisadores e profissionais voltados à interface Comunicação / Educação a oportunidade de participar de um diálogo em profundidade com o Prof. Dr José Ignacio Aguaded Gómez, da Universidade de Huelva, Espanha, bem como com pesquisadores e promotores da área, sobre suas respectivas abordagens teórico-metodológicas em torno ao conceito e à prática da Educomunicação, na Europa e no Brasil.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Alunos de escolas públicas de Porto Alegre fazem cobertura educomunicativa da FISL

Alunos do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Educação de Porto Alegre-RS fazem a cobertura eduomunicativa do 17º Fórum Internacional de Software Livre entre os dias 13 a 16 de julho de 2016, no Centro de Eventos da PUC-RS. Os alunos fazem parte da ação pedagógica Inclusão Digital - Mídias Escolas da Secretaria que está sob a coordenação do associado Jesualdo Freitas.

"A Tecnologia que Liberta - com o tema: Internet das coisas ou das pessoas? O papel do Software Livre para o futuro de todos (as) nós" é o tema do evento que provoca motivação e desafiam os adolescentes nessa cobertura. Neste ano, além da cobertura do evento, os alunos atendem ao convite da organização para realizar a cobertura da programação da Sala de Educação durante todo o Fórum.

Veja mais em: 

Confirmado: Roda de conversa e Mostra de entrevistas com alunos de oficinas de Educomunicação da rede municipal de ensino no Stand da PMPA em três horários: 
13/07 - 14h as 15h
14/07 - 15h as 16h
15/07 - 15h as 16h

terça-feira, 12 de julho de 2016

Associado discute educomunicação a partir de livro paradidático

O educomunicador Wagner Bezerra, membro do CCD da ABPEducom, tem participado de encontros educomunicativos com os alunos do 5º e 6º anos para debater sobre a onipresença das mídias na vida cotidiana e a importância das leituras críticas e o consumo midiático consciente. Na foto, a visita aos alunos do Colégio Marista São José, Rio de Janeiro

Autor do livro , Cortez Editora, Livre adaptação do Mito da Caverna, do filósofo Platão, Wagner Bezerra inova ao utilizar a Alegoria da Caverna, escrita há mais de 2.000 anos, para convidar o público infanto-juvenil a refletir sobre o atravessamento da mídia (principalmente TV, games e internet) na vida cotidiana.

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Fragmentos de memória é o trabalho de associada da ABPEducom para resgatar tradição oral de avós

A associada da ABPEducom Ana Luisa Anker está desenvolvendo o projeto "Fragmentos de Memória" que pretende recuperar a tradição oral dos nossos avós. A educomunicadora já trabalhou com crianças, adolescentes e adultos e agora.

É possível conhecer seu trabalho no Facebook e no site www.contosinterativos.com.

Outros trabalhos de Ana Luisa já divulgados no site da ABPEducom:

domingo, 3 de julho de 2016

Comunicar, a mais importante no mundo, tanto em Educação quando em Comunicação

A revista “Comunicar”, publicada em Huelva, Espanha, acaba de alcançar o nível mais alto na avaliação realizada pelo Journal Citation Reports, passando a fazer parte de um clube de excelência (JCR-Q1), reservado exclusivamente às publicações de maior prestígio internacional. Este posicionamento corresponde a duas especialidades diferenciadas: Educação e Comunicação.

Dessa forma, a revista “Comunicar” passa a ser a única publicação em Ciências Sociais, não somente da Espanha, mas de todo o âmbito latinoamericano que ostenta esta alta indexação. O êxito tem como fundamento imediato a adoção da política de Open Access, somado ao máximo rigor na aprovação de originais e na pontualidade e transparência de sua circulação.

De acordo com o director da revista, José Ignacio Aguaded, muito contribuiu para esta conquista o trabalho colaborativo de sua equipe, assim como dos especialistas que publicam no veículo espanhol.

Educomunicação: Formação pastoral na cultura digital

No dia 6 de julho, Helena Corazza lança seu livro Educomunicação: Formação pastoral na cultura digital, sexta obra da coleção Educomunicação, da Paulinas Editora. O livro é resultado de tese doutoral defendida pela autora na ECA/USP, sob a orientação do Prof. Adilson Citelli.

O que caracteriza o livro é a recuperação do trabalho do SEPAC – Serviço à Pastoral da comunicação, implantada pela editora, no início da década de 1980 e que até hoje se mantém como o principal centro de formação no âmbito da relação entre comunicação social e ação pastoral. No caso, a autora identifica perfeita sintonia entre o conceito da educomunicação e os objetivos e processos implementados pelo SEPAC ao longo das últimas três décadas e meia.

O lançamento se dará no próprio espaço do SEPAC, à Rua Dona Inácia Uchoa, 62, Bl A. , entre as estações de Metrô Vila Mariana e Ana Rosa.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...