quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Rehder defende Educom no Ensino Médio, em Brasília

A Vice-Presidente da ABPEducom, Maria Rehder, tomou parte, no dia 1° de dezembro, da audiência pública sobre a reforma do ensino médio, realizada na Comissão de Legislação Participativa (CLP), da Câmara dos Deputados, em Brasília. A audiência foi articulada pelo Instituto de Estudos Socioeconômicos (INESC), com requerimento feito pelo deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ).

O plenário estava lotado de crianças e adolescentes de Brasília, Pará e Bahia.
Rehder falou na condição de coordenadora de projetos da Campanha Nacional pelo Direito à Educação. Em sua intervenção, falou sobre a importância da liberdade de expressão promovida por meio do campo da educomunicação, prática que sustenta que os processos dialógicos devem tornar-se peças-chaves nas discussões sobre reforma do ensino médio.

Maria Rehder (1a da direita para esquerda) participa de audiência em Brasília


Destacou, por outro lado, o importante trabalho de educomunicação realizado pelo INESC, instituição de luta pelos direitos humanos que garantiu a voz dos adolescentes em importante debate sobre ensino médio e defendeu a legitimação do movimento dos estudantes secundaristas em ocupação. “Em vez de sofrer violência policial, os estudantes em ocupação deveriam ser chamados a discutir currículo, gestão e avaliação", ressaltou Maria Rehder.

Em primeira-mão, a vice-presidenta apresentou os resultados do trabalho de incidência internacional - contra a PEC 55, e em apoio ao "Movimento dos Estudantes Secundaristas em Ocupação" - realizado pela Campanha Nacional pelo Direito à Educação junto ao Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos, em Genebra, com as relatorias do direito humano a educação. Maiores informações: <http://www.anped.org.br/news/manifesto-do-movimento-nacional-em-defesa-do-ensino-medio-sobre-medida-provisoria.>

Além de Rehder, a mesa foi composta por Mário Volpi, Coordenador do Programa de Cidadania dos Adolescentes, do Fundo das Nações Unidas para a Infância - UNICEF/Brasil; Cleomar Manhas, Assessora Política do Instituto de Estudos Socioeconômicos - INESC; Edite Colares Oliveira Marques, Coordenadora-Geral do Fórum Estadual de Educação do Ceará - FEE/CE; Lisete Regina Gomes Arelaro, Professora Titular Sênior da Faculdade de Educação da USP, Wisley Pereira, Coordenador-Geral de Ensino Médio, da Secretaria de Educação Básica, do Ministério da Educação; e com destaque para a voz dos estudantes Brenda Fernandes, Grazielly Oliveira Damas, Matheus Eduardo Lima das Neves, Ana Clara Silva Guerreiro.

Assista também à entrevista de Maria Rehder para TV Câmara de São Paulo


Riscos 


Sobre a reforma do ensino médio, Cleo Manhas, assessora política do INESC, destacou que a nova  política vai piorar as condições daqueles que já estão em situação precarizada: “Haverá uma educação para pobres e outra para os ricos”.  O INESC é uma instituição referência no trabalho com educomunicação, com destaque para o projeto ONDA, iniciativa desenvolvida desde 2008 < http://onda.inesc.org.br/metodologia/>.

Assista  a audiência, na íntegra, e observe a intervenção sobre edocumunicação realizada pelos estudantes em ato teatral e também nos discursos durante a audiência: http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/comissoes-permanentes/clp/reunioes/videoArquivo?codSessao=58537&codReuniao=45950.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...